Estacionamento permanente   1 comment

A incrível força da natureza de tomar de volta o que lhe foi tirada. Esta é a linha de pensamento usada pelo fotógrafo Peter Lippmann  para a criação da série fotográfica “Paradise Parking”. Carros estacionados para sempre em lugares remotos, se decompondo e se integrando por inteiros com a floresta, a natureza toma conta totalmente do abandono. A série nos permite enxergar a vulnerabilidade dos bens materias contra a natureza e levanta questionamentos sobre sua vida útil. Aliada ao tempo, a natureza é soberana a todo e qualquer propósito do homem.

Paradise Parking foi um processo de 2 anos de fotografias captadas em campos e florestas da Europa. Com a série será produzida uma exposição, em Amsterdã, e futuramente um livro com o mesmo nome. Peter Lippman nasceu nos Estados Unidos, mas vive em Paris a cerca de 15 anos. É muito  conhecido por produzir ensaios fotográficos com forte expressão e temas inusitados.

por Vitor Ebel em 13 de março de 2012

Fonte:  http://www.revistafotografia.com.br/estacionamento-permanente/
Anúncios

Uma resposta para “Estacionamento permanente

Assinar os comentários com RSS.

  1. Realmente, os bens produzidos pelo homem não possuem a perinidade da natureza, que tem em sua constituição um longo período de evolução, onde não há um sentido de apropriação, não há um sentido de destruição ou não há um sentido de instrumentalização.

    Evandro chies machado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: