Arquivo para a Tag ‘Composição

9 dicas para colocar a mesma pessoa em uma só foto   Leave a comment

Você sabia que existe o “Dia dos Solteiros” na China? Todos os anos, no dia 11 de novembro comemora-se a data daqueles que não tem um par – e esse é um dos dias de maior movimentação no comércio por lá, com pessoas dando presentes para si mesmas. O canal do Youtube DigitalRevTV, comandado pelo apresentador chinês Kai W., resolveu brincar com este dia. A proposta é um tipo de fotografia super divertida, onde se coloca a mesma pessoa várias vezes na foto.

O apresentador Kai W. fotografou a si mesmo várias vezes e este é o resultado final

Kai usa o exemplo de um fotógrafo japonês chamado Daisuke Takakura, que registra imagens incríveis em que uma pessoa contracena com ela mesma gerando composições criativas. O segredo é fazer várias fotos da mesma pessoa com o mesmo fundo.

Foto: Daisuke Takakura

Confira a seguir as dicas e veja o vídeo ao final da matéria:

  1. A câmera deve estar no tripé, para que o fundo captado seja o mesmo – estático. É a pessoa que se move na cena;
  2. Coloque o foco e a exposição no manual. Você vai calcular tudo apenas uma vez e as configurações devem ser as mesmas para todas as fotos, independente de onde a pessoa resolver se posicionar. Isso vai gerar homogeneidade quando todos os cliques forem combinados em um só;
  3. É possível fotografar a si mesmo sozinho (no caso do Dia dos Solteiros). Você precisa apenas colocar para disparo com timmer;
  4. Pense bem como você (ou o modelo que você vai fotografar) estará posicionado em cada clique. É legal que a pessoa esteja interagindo com ela mesma a cada clique;Foto: Kai W.
  5. Tome cuidado com o local onde irá fotografar. A céu aberto, a luz muda o tempo todo, mesmo que você não note. Esteja preparado para lidar com isso na pós-produção;
  6. Pense na composição. Linhas e formas geométricas como portas e janelas são interessantes para posicionar seu modelo (ou a si mesmo);
  7. Não use balanço de branco automático. Utilize alguma pré-definição ou configure um próprio para usar em todos os cliques. Será um pouco chato arrumar o balanço de branco em cada fotografia caso ele acabe modificando um pouco no automático;Que tal essa selfie?
  8. No Photoshop, agrupe todas as imagens no mesmo projeto – cada uma como um “layer” diferente. Elas provavelmente já estarão alinhadas. O que você precisará fazer é apagar os arredores dos clones, deixando um original com o fundo;
  9. Tá aí uma boa ideias para fazer uma “selfie” criativa (foto acima).

por Ruca Souza em 23 de novembro de 2015

Fonte: http://iphotochannel.com.br/9-dicas-para-colocar-a-mesma-pessoa-em-uma-so-foto/
Anúncios

Cinco pintores para inspirar suas fotografias   Leave a comment

Na semana passada, compartilhamos aqui filmes aos quais todo fotógrafo deveria assistir para inspirar a sua fotografia. Assim como o cinema, a pintura robustece a nossa bagagem cultural, porém, nem sempre prestamos atenção ao que elas podem nos mostrar. Telas famosas são, sem dúvida, uma fonte ilimitada de recursos, inspirações e referências. Cada artista tem a sua própria individualidade criativa, mas quem conhece a perspectiva e a luz através dos grandes pintores da história, provavelmente vai saber como aproveitar melhor a sua técnica de compor imagens.

Embora muitos fotógrafos usem pintores como referência, hoje nem todos tentam adaptar as técnicas utilizadas em pinturas famosas nas suas fotografias. Quando falamos de luz, o barroco é sempre o mais lembrado, mas há outras tendências contemporâneas a serem exploradas. Trazemos nesta primeira parte, cinco pintores para inspirar suas fotografias:

Diego Velázquez

diego-velazquez

Não poderíamos começar a lista sem mencionar um dos pintores mais sensacionais da história da arte. As obras de Velázquez são ricas em volumes e ensinam como aproveitar adequadamente o uso dramático da luz lateral, da perspectiva e inteligência composicional.  A sua obra As Meninas, além de ser uma das mais intrigantes por séculos, ensina como incluir, dispor e harmonizar os personagens magistralmente em um retrato.

Edgar Degas

edgar-degas-o-ensaio

Uma das mais marcantes características do francês é a suavidade de suas obras. Ele costumava usar bastante os tons pastel na primeira fase de sua vida artística, passando a utilizar tons mais vibrantes somente na década de 1860. O movimento de suas pinturas também é algo para se prestar atenção: ele usava bailarinas como pretexto para reproduzir o movimento fluido, gostava de representar cenas do cotidiano e de utilizar enquadramentos casuais, concentrando o assunto em alguma parte do quadro, em vez de os dispor equilibradamente. Sua obraFamília Bellelei traz uma composição bastante ousada: posturas anticonvencionais e personagens focalizados num momento de intimidade, com expressões sutis.

Abaixo, fotografia La Foie, da italiana Giulia Pesarin, inpirada em Degas:

934032-7

René Magritte

download copiar

O pintor surrealista é um nome de referência na fotografia contemporânea por suas obras provocadoras, espirituosas e que desafiam as percepções do observador. Diversos fotógrafos, designers e arquitetos se influenciaram no pintor cerebral, principalmente na sua famosa obra Os Amantes.  Ele praticou o surrealismo realista, com uma nitidez tão impressionante que chega a se confundir com a realidade. Um quadro de Magritte é um objeto de reflexão: o sentido está muitas vezes escondido e é alvo de segundas, terceiras e quartas interpretações. Ele desenvolveu uma produção artística metafísica que apresentava objetos e elementos comuns dentro de contextos inusitados.

A equipe do blog da jornalista Lilian Pacce criou uma produção de moda surrealista que resgata elementos de sua obra e uma atmosfera metafísica com apenas dois modelos e muitos lenços. Confira abaixo:

rene-magritte-inspirado

Rembrandt

rembrandt_self_portrait2

O pintor holandês, conhecido como o mestre da luz,  foi um dos maiores pintores da era Barroca, época em havia uma obsessão dos artistas pelo domínio da luz. Os pintores exploravam os contrastes entre luz e sombra, fazendo com que o clima da pintura se tornasse mais leve, embora aumentasse a dramaticidade da cena. O esquema unilateral de iluminação utilizado por Rembrandt valorizava as expressões faciais dos personagens e hoje é um dos tipos de iluminação mais utilizados por fotógrafos de moda e retratistas. A Luz Rembrandt, como ficou conhecida, é caracterizada por um pequeno triângulo posicionado lateralmente a 45 graus da linha dos olhos e um leve escurecimento no lado oposto da face do modelo.

A técnica está visivelmente aplicada no retrato da atriz Scarlett Johansson pela dupla de fotógrafos de moda Inez & Vinoodh:

Scarlett-for-V-MAgazine-by-Inez-and-Vinoodh-01

Pablo Picasso

Ao falarmos de cubismo, automaticamente lembramos do pintor espanhol considerado um dos maiores artistas do século XX e cofundador desse movimento artístico. Ele também desenvolveu esculturas, desenho, cerâmica, poesia e passou por diversas fases artísticas em sua vida, mas o cubismo é a mais marcante.  Nas pinturas cubistas, os objetos são quebrados e remontados de modo abstrato, destacando suas formas geométricas compostas e descrevendo-os a partir de vários pontos de vista simultâneos.

Um dos fotógrafos influenciados pelo movimento foi Kertész, já comentado aqui anteriormente. Ele iniciou a sua carreira como fotógrafo de rua, registrando a vida cotidiana, mas seus temas são muito variados e todos eles instigam a curiosidade visual na hora de encontrar novas perspectivas das coisas mais comuns.

Andre Kertesz-6

A lista de nomes a serem lembrados é ampla, os quais continuarem a abordar em uma série. Em suma, quanto mais referências você tem, mais fácil fica experimentar e desenvolver o seu processo de criação. Analisar e procurar entender melhor movimentos artísticos e técnicas utilizadas por famosos pintores irá abrir seus olhos para um mundo de possibilidades fotográficas.

por  Suelen Figueiredo em 11 setembro de 2014

Fonte: http://iphotochannel.com.br/cinco-pintores-para-inspirar-suas-fotografias/

Bastidores da oficina exclusiva com Igor   Leave a comment

O Igor veio de Três Rios – RJ para uma oficina exclusiva e criou intensa e poeticamente… Foi um prazer acompanhar todas as etapas de criação dele! Aqui vai um pouco para também vocês curtirem…

José Oiticica Filho e suas belas imagens!   Leave a comment

© Foto de José Oiticica Filho, 1953.

Esta é uma belíssima foto de autoria de José Oiticica Filho (1906-1964), filho do pensador anarquista e filólogo José Oiticica (1882-1957) e pai dos artistas visuais Hélio Oiticica (1937-1980) e César Oiticica (1939). José Oiticica Filho é considerado um dos responsáveis pela renovação e modernização da fotografia no Brasil.

por Fernando Rabelo em rede social

Publicado 16/09/2013 por Isabella Carnevalle em Fotógrafos

Etiquetado com ,

José Caldas… Olhar, atitude e composição   Leave a comment

© Foto de José Caldas. Vila da Felicidade. Manaus, 2003.

por Fernando Rabelo

“A foto que remete aos contornos do mapa brasileiro é de autoria do fotógrafo sergipano José Caldas, reconhecido como um dos mais importantes documentaristas da natureza brasileira em atividade. A cena foi registrada por ele, sem nenhuma interferência, ao visitar a Vila da Felicidade, em Manaus. José Caldas afirma que não é montagem: “Eu vi a moldura com a forma do Brasil e aguardei algumas horas para captar um fundo surpreendente”.”

Fonte: Rede social de Fernando Rabelo

A Paris de Márcio Scavone   Leave a comment

© Foto de Márcio Scavone. Imagem que compõe o ensaio “Paris”, 2013.

por Fernando Rabelo

“Esta é uma bela fotografia de Márcio Scavone, que foi a Paris munido de uma Monochrom, com o firme propósito de capturar a alma da fotografia. O convite veio da Leica Store São Paulo no formato de campanha publicitária, mas acabou despertando no artista a vontade de mergulhar no mundo das almas. O ensaio “Paris” ignora a força gravitacional e dá a sensação de estarmos – todos – pairando no ar. Ao todo 13 fotografias, ou melhor, 13 intepretações da alma compõem o ensaio. Com sobreposições e referências históricas, Scavone aponta o caminho irregular de uma alma para recordar-se do que já passou. Vejam o ensaio:https://www.facebook.com/pages/M-Monochrom-Escrever-com-a-Luz/539901832707981 . “

Fonte: Rede social de Fernando Rabelo

Pedro Luis Raota e suas Imagens de tirar o fôlego!   Leave a comment

© Foto de Pedro Luis Raota. Sem título. Argentina, SD

“Esta é uma imagem de Pedro Luis Raota (1934-1986), que é considerado um dos fotógrafos argentinos mais reconhecidos em todo o mundo.

Pedro Luis Raota nasceu na província de Chaco em 26 de abril de 1934. Filho de uma família de camponeses, ele parou de trabalhar no cultivo da terra para seguir um novo caminho. Grande entusiasta da fotografia, ele se mudou para a cidade de Santa Fe, onde fez o primário. Em seguida, ele vendeu sua bicicleta para comprar sua primeira câmera. Apesar de morte prematura em 04 de março de 1986, Pedro deixou uma obra fantástica cheia de ternura e alegria, com um estilo único, e com uma linguagem fotográfica de extrema simplicidade.

Vejam um documentário sobre a obra de Pedro Luis Raota:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=P_Z2570yd-0. ”

Fonte: Rede social de Fernando Rabelo
%d blogueiros gostam disto: